fbpx
Não seja baunilha! Não deixe o mundo te dizer quem você deveria ser.

desenvolvimento pessoal post

Não seja baunilha! Não deixe o mundo te dizer quem você deveria ser.

Carol Tomazetti
Escrito por Carol Tomazetti
baixe aí gratuitamente :::

Produtividade para Criativas e Empreendedoras - o guia completo | ebook

O mundo quer que você seja baunilha, que você siga as regras do mundo, que você seja normal e igual ao todo mundo. E sabe o que acontece quando você se tornar baunilha?

Eu morri 2 vezes ao me tornar baunilha.

A minha primeira morte foi interna, a minha alma morreu. Toda aquela vontade de viver que eu tinha foi embora, todos os meus sonhos foram enterrados, toda a minha alegria foi sucumbida.

Depois da minha alma, foi a minha morte para o mundo. Porque uma vez que eu me tornei baunilha, eu me tornei igual ao mundo. E o mundo me esqueceu porque eu era apenas qualquer pessoa. Literalmente um zumbi, sem alma e nem coração, sem espírito nem criatividade, achando que a vida é simplesmente casar, ter filhos, ter dinheiro e morrer.

Não deixe o mundo te dizer quem você deveria ser.

Não seja baunilha. Seja diferente, seja esquisita, seja simplesmente você.

E eu começo esse podcast com essa introdução porque a pergunta mais comum aqui é: quem eu tenho que tornar para ter sucesso? quem eu devo ser para tornar meu negócio de sucesso?

Oi?

O seu fator de sucesso é você mesmo. É a sua autenticidade. É a sua alma. É você.

Você precisa aprender quem é você mesmo, é bem diferente.

Você não precisa fazer um negócio igual a todo mundo, igual a tudo que já existe. Tudo existe uma forma de se fazer acontecer.

Os roteiros invisíveis do mundo

Os roteiros invisíveis desse mundo são todas aquelas frases ou aquelas opiniões das pessoas sobre o que é certo ou errado nesse mundo. Só que não existe certo e errado absolutos. Toda a sua percepção de certo ou errado é resultado do seu mundo, das suas memórias, dos seus valores, das suas crenças.

Por isso que não existe um certo ou errado absoluto. Existe apenas o que é certo para você.

E é por isso que eu faço em roteiros invisíveis porque são eles que podem estar te cercando para o que realmente deseja ser. Pule essa cerca questionando todos os roteiros invisíveis que você escuta.

O medo da rejeição

Depois dos roteiros invisíveis, a segunda coisa que segura as pessoas para que elas não sejam baunilhas é o medo da rejeição.

O medo da rejeição é o segundo maior medo do mundo e ele vem logo depois do da morte. Na verdade, é o medo de falar em público. E se você for olhar bem a fundo, você verá que é o medo do que as pessoas vão falar de você que é um medo de rejeição.

Na minha opinião, esse medo de rejeição começa na nossa infância com a própria comparação dos nossos pais com as crianças ao redor. Por exemplo:

Você não vai parar de chorar? Olha a fulana, ela não está chorando.

Você vai ficar ai dando birra? Olha a fulana, ela é linda porque não dá birra.

Entende meu ponto de vista?

Nós nascemos dentro da comparação. Como se fosse ser perfeito em todos os sentidos e igual a todo mundo.

E isso se estende até a vida adulta. É preciso ter mais sucesso que todo mundo. É preciso ter mais dinheiro que o fulano. É preciso ter uma família mais perfeita que o outro fulano.

E a comparação é uma merda. Porque ela nunca vai te levar para lugar algum.

A única comparação saudável é a feita de você com você mesmo. Do seu eu de hoje para o seu eu de amanhã, que vai realizar todos os seus sonhos e desejos.

Como não ser baunilha?

O terceiro passo para não ser baunilha é se autoconhecer. No seu autoconhecimento, na verdade, é um processo de desenvolvimento de consciência. Em que você vai tomar consciência das suas palavras e comportamentos, conscientes e inconscientes.

Nesse processo, eu entendi todas as minhas qualidades e meus podres, meus sucessos e meus vacilos, minhas glórias e minhas merdas. Nós somos seres humanos, somo seres naturalmente duais.

Entender que as partes boas e ruins estão dentro de nós é o maior poder que você pode desenvolver. A conclusão que eu tive é que eu nunca tive nada de errado comigo. Eu só não compreendia meus pensamentos e comportamentos.

Quando tomei consciência deles, o meu sentimento foi de liberdade.

Se você está na caminhada do seu autoconhecimento, eu te convido a experimentar a meditação da afirmação. São simples afirmações sobre quem você realmente é.

Eu faço essa meditação todos os dias pelas manhãs. Sempre para me encher de energia com todas as coisas positivas de quem eu realmente sou.

A meditação para se conhecer – da afirmação

Para finalizar, para ser uma empreendedora de sucesso, se fizer sentido para você, você pode começar a se questionar todos os roteiros invisíveis que existem na sua vida. É no questionamento deles que vai te aproximar de você mesmo e consequentemente do seu sucesso que preenche a sua alma e te faz feliz.

Eaí,

qual o conhecimento que você vai levar para ação? Me conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *