fbpx
Como definir metas para 2020 cheias de alma

inspirações

Como definir metas para 2020 cheias de alma

Carol Tomazetti
Escrito por Carol Tomazetti
baixe aí gratuitamente :::

Produtividade para Criativas e Empreendedoras - o guia completo | ebook

definir metas para 2020

Não é sobre definir metas SMART, não é sobre se elevar ao máximo para conseguir o que quer, não é sobre lutas ou batalhas… se você ainda acredita que precisa disso para realizar seus sonhos e desejos, esse post não é para você.

Eu não escrevo para você, completamente racional, que acredita que precisa dar seu suor para tudo para que realmente veja seus sonhos se realizarem. Eu não escrevo para quem quer definir suas metas milimetricamente e também as rastreiam ponto a ponto para garantir o seu sucesso.

Não… não é para você.

Eu escrevo para as pessoas cheias de alma que sabem que não precisam se matar para realizar seus sonhos porque lutas diárias geram lutas. Suor gera suor. Batalhas geram batalhas.

Estou aqui para as pessoas que sabem que existem um caminho mais rápido e mais gostoso de experienciar essa linda e maravilhosa experiência de vida. Se você quer gerar bem-estar, para ter cada vez mais bem estar, alegria para gerar cada vez mais alegria, abundância para gerar cada vez mais abundância, então esse post é para você.

Por que definir metas SMART não funciona?

Se você colocar definir metas agora no Google, um zilhão de posts vão te ensinar a definir metas SMART porque é o método mais eficaz de definição de metas. #sqn

Definir metas SMART simplesmente não funciona. 

Vamos por partes, SMART são as iniciais de: específico, medível, ação, rastreáveis e temporais. Ou seja, diz essa metodologia que, o sucesso da sua realização é definir metas que você sabe que conseguirá atingir, que você consegue ter ações com elas, é possível medir essas ações e elas tem um tempo para acontecer.

Eu não acredito nas metas SMART porque não temos controle da saída dos nossos sonhos, nem quando eles irão acontecer, nem o passo a passo de como fazê-los. 

Tudo que você busca que está no mundo externo está fora do seu alcance e do seu controle. O que realmente você está buscando está dentro de você. E advinha? Você todo o controle sobre seu mundo interno.

O que é definir metas cheias de alma?

Então, ao invés de definir metas SMART eu defino metas cheias de alma. Porque a verdade é que você não está em busca dos objetivos ou das metas em si. Você está em busca da forma em que esses objetivos vão te fazer sentir quando conquistá-los.

Não é sobre a conquista em si, é sobre como irá se sentir com eles.

A grande pegadinha é: se você não consegue se sentir bem e da forma que gostaria de se sentir com esses objetivos agora, esses objetivos não serão realizados.

Calmaí! Vamos por partes…

Por que definir metas cheias de alma?

Quantas vezes você definiu metas e objetivos, e quando alcançou-os não se sentiu bem, ou achou que ia ser melhor, ou achou que faltava alguma coisa?

Isso acontece que vivemos em um mundo que conta as histórias erradas para você. Eu os chamo de roteiros invisíveis do mundo. Você escuta histórias desde quando é pequena que não são verdades, ou que deixaram de ser verdade há muito tempo, mesmo assim você ainda carrega essas histórias jurando que são verdades na sua vida.

O grande exemplo é de que você precisa controlar seu tempo, você precisa ter bens materiais para que as pessoas reconheçam o seu sucesso, que você precisa ter o carro do ano para ser bem vista na empresa, que você tem que mostrar que está bem a todo momento…

Quais são as histórias que mais conta para você?

As histórias que você conta para você são as verdades que estão modelando a sua realidade.

Eu seguia um roteiro invisível do mundo de que eu precisava: ter um emprego em uma grande multinacional, ter um salário gordo, comprar uma casa, ter um carrão, estar sempre muito bem vestida e de maquiagem, ter filhos, viajar para o exterior frequentemente e morrer.

Quando eu comecei a seguir esse roteiro invisível do mundo, eu morri.

Minha alma morreu porque essa não era a história que eu queria viver, não era a experiência de vida que eu desejava. Eu desejava muito mais, muito fora dos padrões da nossa sociedade.

Nesse momento infame da minha vida, eu cogitei que era errado seguir meu coração. E eu morri. Eu comecei a ter e ser o que eu deveria ser e mesmo assim minha alma morreu.

Porque eu não estava em busca daqueles objetivos em si. E quando eu dei de cara com aqueles resultados, eles estavam vazios.

Na minha busca do que era esse vazio, na verdade, eu tinha me perdido, tinha perdido a minha essência. E quando isso acontece, não há nada desse mundo que preencha o nosso mundo interno.

O maior roteiro invisível desse mundo é de que o que você procura está de fora de você.

Carol Tomazetti

Desde pequenas, somos tão acostumadas a olhar sempre para fora. 

O que os outros vão pensar da gente?

Não podemos fazer isso ou aquilo porque alguém disse que é errado.

Temos que mostrar as nossas melhores notas para os outros.

Temos que nos vestirmos bem de acordo com a opinião de alguém.

E assim seguimos seguindo os roteiros invisíveis do mundo até que surtamos, ou entramos em depressão, porque não conseguimos ver mais sentido nas coisas.

Acontece que a própria depressão é um sinal do seu corpo de que você está no caminho errado. O que você está fazendo agora não está funcionando.

Se o que está fazendo não está funcionando, então é preciso fazer diferente.

E a minha proposta aqui é encontrar o caminho de volta para a sua alma, para o seu coração, para a sua essência. Porque continuar seguindo o que você deveria ser, não vai te levar para lugar algum.

É por isso que metas SMART não funcionam e as metas cheias de alma funcionam. Porque suas metas cheias de alma vão te levar para o lugar que realmente importa para você. Dentro de você;

Como definir metas cheias de alma para a sua vida?

Definir metas cheias de alma é definir a forma que você quer se sentir. Porque a vida é sobre como você reage a ela. Você tem o poder a todo momento de escolher seus sentimentos, de como quer se sentir a qualquer situação da sua vida.

Isso não é sobre procurar a perfeição, ou algum estado absoluto como a felicidade 100% todos os dias. Nã!

É sobre entender os sentimentos que mais gosta de se sentir. Porque, quando você os sente, você gera o objetivo principal: se sentir bem.

Essa é a grande intenção a todos os momentos.

Todas as vezes em que você se encontra em uma situação que não lhe agrada, a reação automática é um desejo intenso de uma mudança, de algo diferente. Porque o próprio contraste da vida te provoca para que você deseje o que quer desejar.

Cada vez que você tem seus desejos, você está buscando um sentimento, uma forma de se sentir com ele. Porque te faz profundamente bem se sentir assim.

Lembre-se de que suas emoções são a sua bússola da direção certa para ter a melhor experiência da sua vida. Emoções negativas te mostram que está em sentido contrário. Emoções positivas te mostram que está no sentido certo.

Quanto mais intensas as suas emoções positivas e mais elevadas, mostram que além do caminho certo, você está indo bem rápido.

Para você começar a entender a forma que mais gosta de se sentir, pegue sua lista de tarefas, de desejos, de metas, de objetivos, de compras… seja qual lista for que você tenha. Não importa.

Pegue a sua lista e olhe item por item. A cada item visualize você com esse objetivo realizado ou com a matéria em mãos. 

Como está se sentindo?

O que esse objetivo significa para você?

Como você se sente usando ou vivendo esse objetivo?

Anote tudo e observe o padrão de como quer se sentir com cada um deles. Esse padrão é o que você tanto busca. 

O que talvez você não saiba é que: você não precisa esperar esse objetivo se realizar ou se materializar para que você possa se sentir assim.

Você pode buscar formas e ações para se sentir assim todos os dias. E o grande pulo do gato é que: quanto mais você sente esse sentimento todos os dias, mais próximo a sua manifestação fica de você. O contrário também é verdade, se você não consegue sentir esses sentimentos na sua jornada, então não tem jornada. Sem jornada, sem resultados.

O meu método de definir metas cheias de alma

Pegue a sua lista do exercício anterior e deixe perto. Vamos olhar um pouco para dentro e comparar os seus padrões.

Lembre-se de 3 situações do seu passado em que você se sentiu imensamente feliz e alegre. 

O que aconteceu? Que fato era esse?

Como você estava se sentindo?

O que aconteceu que mais aqueceu seu coração?

Quais palavras você descreve essa situação?

Agora, pense uma situação justamente oposta: lembre-se de 3 situações do seu passado em que sentiu tristeza, depressão, ansiedade, culpa, dor.

O que aconteceu? Que fato era esse?

Como você estava se sentindo?

O que aconteceu que despertou tantas emoções negativas?

Dê nome para todas as emoções negativas que você sentiu.

Quais palavras você descreve essa situação?

Agora, compare todos os padrões de sentimentos que você encontrou com esses 3 exercícios. Lembre-se também de comparar os sentimentos negativos com os positivos.

Existe alguma relação entre eles?

Qual é a relação que você vê?

O resultado aqui é que você terá em mãos os sentimentos seus preferidos. Essa é a forma que sua alma busca para se sentir bem todos os dias.

Quando começar a definir as suas metas cheia de alma?

Eu sempre olho para as minhas metas cheia de alma todas as vezes que eu me perco. Porque nosso corpo é sábio. Ele sabe o caminho certo, ele sabe muito bem para onde nos levar.

Quando me sinto perdida, desconectada, ou qualquer emoção negativa de forma mais frequente, é hora de refazer os exercícios.

É claro que esses sentimentos preferidos podem mudar. Nada é uma constante. Nós, juntas com nossa alma, estamos sempre em expansão com o próprio Universo. 

O mais importante é saber escutar o corpo, é saber escutar sua alma. Quando você compreende o que eles estão te contando, eu te garanto que você vai presenciar o máximo da sua vida. 

Metas cheias de alma no dia a dia

A melhor forma de manifestar meus sonhos é sentindo meus sentimentos preferidos todos os dias. São pequenas ações que me fazem sentir bem.

Só isso?

Sim.

Porque sentimentos geram emoções, que geram pensamentos, que geram ações (ou resultados). Se você está agindo na base do sistema, ele funciona sem exceções.

Aliás, duas exceções: a dúvida e a ansiedade. As duas, a qualquer momento, sempre bloqueiam suas manifestações.

As suas manifestações se realizam quando você tem certeza do resultado, espera por ele sem ansiedade e mal pode esperar que ele se realize.

Quando você cultiva seus sentimentos preferidos todos os dias, você está tendo certeza do seu resultado. Fez sentido para você?

Visualize até que se torne

Algumas pessoas dizem para você fingir até que se torne quem realmente gostaria de ser, ou até que se materialize o que você gostaria de ter. Eu prefiro dizer visualize até que se torne. Você não precisa fingir nada, você pode simplesmente se permitir a visualizar a sua nova realidade até que ela se torne realidade.

Visualizar todos os dias para onde quer ir ou quem você quer se tornar é como dizer para o Universo para onde você quer ir. É como se você estivesse colocando para ele as coordenadas do seu destino final. E ele vai escolher a estrada que melhor vai te levar para lá.

O grande ponto: é não se preocupe com o como, como você vai chegar lá, como isso vai dar certo. Apenas visualize seu destino final.

Eu faço essas visualizações diariamente, sempre me vejo no meu destino final como se já fosse uma realidade. 

Não se esqueça de se observar como está se sentindo nesse destino final. Repare em todos os seus sentimentos. E comece hoje a cultivar esses sentimentos todos os dias.

Cultive a alegria até que se torne

A alegria é a vibração natural do Universo. Quanto mais alegria, mais rápido as coisas se tornam e acontecem.

Cultivar a alegria todos os dias é cultivar a velocidade das suas manifestações. É uma escolha consciente para ser feita todos os dias.

Escolher a alegria todos os dias é como estar na rodovia da realização dos seus sonhos à 100 Km/hora. Ela vai rápido para onde você definiu seu destino final.

Quando você experiencia os sentimentos negativos, é como se você quisesse acelerar seu carro, mas na verdade está colocando o pé no freio. Então, você está andando a 2 Km/hora na rodovia da realização dos seus sonhos.

E se você fica olhando toda hora para o seu passado e acreditando que seu passado é igual ao seu futuro e que nada vai funcionar. É como se você estivesse andando na estrada da realização dos seus sonhos olhando no retrovisor. 

Aprecie as pequenas coisas que existem nesse mundão pra lá de bão e sinta a alegria tomar conta através de você.

Viva até que se torne

Por fim, para que suas metas realmente funcionem, viva todos os seus dias. Faça da sua missão de vida, viver todos os dias.

Sinta seu sentimentos todos os dias. Sinta a alegria radiando pela sua vida.

Viva a sua vida até que se torne.

Meu mantra para me ajudar nesse processo é: preocupação não aga contas.

Ansiedade não realiza sonhos.

Viver agora é a sua única oportunidade real dessa experiência de vida. Então, viva agora.

Eaí,

qual o conhecimento que você vai levar para ação? Me conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 Replies to “Como definir metas para 2020 cheias de alma”

Luciana

O que acabei de ler. Obrigada

Carol Tomazetti

Que ótimo. Gostou?