fbpx
Não é porque está começando agora que tem que cobrar barato

desenvolvimento pessoal post

Não é porque está começando agora que tem que cobrar barato

Carol Tomazetti
Escrito por Carol Tomazetti
baixe aí gratuitamente :::

Produtividade para Criativas e Empreendedoras - o guia completo | ebook

Não é porque está começando que tem que cobrar barato

Eu digo e repito: não é porque você está começando agora que você deveria cobrar barato.

Hoje eu quero conversar com você sobre o seu preço. Então, eu vou te mostrar como você pode começar a estimar seu preço e depois vou te mostrar que o seu preço final, na verdade, é psicológico.

Como calcular o seu preço?

Seu preço de vendas é o quanto você gasta de materiais para produzir mais a suas horas trabalhadas mais o seu lucro.

Preço = matéria prima + taxa de serviço + lucro

A matéria prima é a soma de tudo o que você gasta de material.TUDO. Em alguns casos, você pode aplicar, além dessa soma, um fator de segurança que cobre frações e desperdícios.

Na taxa de serviço, é preciso rastrear quanto tempo você demora para realizar o serviço. Eu gosto de contabilizar o tempo desde o começo de tudo, principalmente se é um trabalho criativo. Porque tudo começa no tempo de sentar a bunda na cadeira para chamar a musa da inspiração.

Você pode estimar a sua taxa de serviço supondo um salário mensal para você. Daí, você divide esse salário mensal por 4, portanto você terá o seu salário em valor por semana.

Pegue esse valor e divida por 5 e então você terá o seu salário em valor por dia. E, para finalizar, pegue esse valor e divida por 8 e você terá o seu salário em valores por hora.

Essa é uma forma comum. Lembre-se que você está livre para usar a forma em que você trabalha.

Depois, é preciso sim rastrear seu números de horas que leva para realizar esse trabalho. Multiplique esse tempo pelo seu valor por hora e terá uma aproximação da sua taxa de serviço.

A parte mais complicada dessa equação é o lucro.

O lucro é o combustível de crescimento do seu negócio.

Se fizer sentido esse mantra para você, então uma das formas de calcular o lucro para você é o valor que vai te ajudar a investir no seu negócio para que ele se mantenha em crescimento.

Esse valor pode ser o valor de mais uma receita para produção, ou mais uma peça de artesanato, ou valores para fazer anúncios na internet para trazer mais clientes… O que fizer mais sentido para você.

Qual é o melhor preço para o seu produto?

Esse preço calculado é o menor preço de vendas para o seu produto. Ele é um comparativo porque o preço final mesmo é aquele entre o que seu cliente está disposto a pagar e o preço do mercado.

Você pode comparar com fatores esse preço de mercado para entender onde o seu preço está em relação ao mercado do seu produto.

O preço final é psicológico

E, para falar a verdade, no final de todas essas contas mesmo, o seu preço é psicológico. O preço certo para o seu produto é aquele em que se sente bem com ele.

O maior problema psicológico de um preço é o medo do preço.

Será que vão comprar de mim com esse preço?

Será que esse preço vai ser bom para meu negócio?

Será que as pessoas vão ter interesse mesmo com esse preço?

Será que eu consigo entregar o que me proponho para meu cliente com esse preço?

Quanto mais você foca no problema, mais esse problema aumenta. Quanto mais você foca na solução do problema, mais soluções você terá.

Faz sentido para você?

Eu faço isso porque o medo de alguém não comprar de você é um pouco irreal. E a melhor forma de você ter consciência disso é se perguntando por, pelo menos, 5 vezes o porquê que esse medo está dentro de você.

A resposta do porquê do seu medo será quando você sentir uma dificuldade de expressar racionalmente a resposta e ela será bem emocional e bem irracional. Essa é a resposta certa.

E talvez, você terá que trabalhar mais dentro de você para superar os seus medos antes de continuar com seu negócio.

Porque uma coisa é fato: nunca existiu uma época tão farta e tão abundante como hoje. Hoje é possível vender de tudo. Existem no mundo hoje uma quantidade de dinheiro que nunca existiu como antes.

Ou seja, existe sim espaço para você, seu negócio e seu preço. Se seu medo é grande, talvez você precise de uma grande dose de autoconhecimento para entender as raízes desse medo.

O segundo maior problema do preço é a síndrome do merecimento. Algumas pessoas acreditam que não são capazes de cobrar o preço justo.

Elas podem acreditar que têm que ser sofrido, que elas têm que ralar porque o dinheiro é difícil de ser conseguido. E se você acredita que isso é verdade, assim será na sua vida.

E se você acredita que isso não é verdade, assim será na sua vida.

Ficou claro?

O tanto que você merece receber é definido somente por você. Então, se você ainda acredita que merece receber pouco, talvez seja uma boa ideia trabalhar essa síndrome do merecimento dentro de você.

Essa síndrome pode ter suas raízes na sua infância, em que tudo o que ouvia eram comparações entre você e seus coleguinhas, ou até mesmo com as crianças não conhecidas no supermercado.

Lembre-se de que tudo o que seus pais sempre fizeram foram com as melhores das intenções. Mesmo quando erramos, estamos tentando acertar de coração.

Só que as outras pessoas não são como a gente. Cada um percebe o mundo com as suas visões, com as suas crenças e com a sua história.

Então, é impossível que alguém entenda 100% as suas positivas intenções com as suas palavras e atitudes. Se alguém entender 100%, essa pessoa terá se tornado você.

Me entende?

Então, não é que você não merece tudo do bom e do melhor nesse mundo. É que você interpretou isso na sua infância de alguma forma e isso ficou marcado no seu inconsciente.

Eu consegui eliminar todas essas síndromes e medos com hipnose porque é rápido e age diretamente no inconsciente. Uma vez que tomamos consciência desses fatos, é como um remédio que tomamos contra essa síndrome.

Então, não é porque você está começando que deveria cobrar barato. Você deve cobrar o preço que sente que é justo para você, que você realmente merece.

E, talvez, se você estiver querendo subir seu preço, você pode começar na análise do seu próprio merecimento. Ao subir seu merecimento, maior será seu preço.

Depois, você pode continuar pela estratégia de mercado, de inovação, de fazer diferente. E assim, terá resultados extraordinários.

Agora me conte nos comentários, você cobra o preço justo que sente no seu coração?

Eaí,

qual o conhecimento que você vai levar para ação? Me conte nos comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *